Buscar
  • Env Júnior

O desmatamento e o ESG

Atualizado: há 4 dias



Sendo considerado uns dos maiores problemas ambientais da atualidade, além de gerar um desequilíbrio na fauna e na flora local, o desmatamento devasta as florestas e os recursos naturais, ajuda na intensificação do aquecimento global, reflete uma piora na qualidade de vida, no aparecimento de doenças e compromete o equilíbrio do planeta, afetando também a localidade de maneira socioambiental.


Temos como exemplo desse desequilíbrio o conceito da palavra desmatamento segundo o dicionário é limpeza ou retirada do mato (de terreno, área, solo etc.). Entretanto, a que vem atrelada essa limpeza? Devemos mencionar inicialmente que o desmatamento pode vir para duas funções, ou para retirar a vegetação que ali foi plantada de maneira indevida ocasionando interferência no ecossistema local, para que haja assim posteriormente a plantação da vegetações nativas, ou para somente retirar a madeira dali para construção ou comercialização da madeira. Por certo, falaremos do segundo caso neste post. Mas você sabe em que de fato interfere o desmatamento? Em que ele faz mal? E como podemos evitá-los?


O aparecimento de doenças, como zoonoses, são consequência direta do desmatamento já que esses organismos, assim como os animais que viviam nessas áreas migram para perto da população, viabilizando assim o contato, e por conseguinte a contaminação. Para melhor visualizarmos podemos pensar na febre amarela, uma zoonose, em que temos em média 200.000 pessoas contaminadas por ano. Ademais, não podemos deixar de mencionar também que a floresta é o meio de sobrevivência de inúmeras pessoas, que vivem em harmonia com a natureza por meio do extrativismo, as quais veem seu modo de vida e seu sustento agora ameaçados.


De tal maneira, com o passar dos anos, temos enfrentado cada vez mais áreas devastadas. Apenas em março deste ano foram 312,23 km² devastados no Brasil, valor alarmante que vem aumentando com o tempo. Considerando que a floresta amazônica, por exemplo, é a grande responsável pela umidificação do planeta devemos estar atentos aos danos ocasionados e cobrar dos responsáveis as devidas providências.


Outrossim, deve-se verificar que o maior causador de tal problemática é o homem, sempre visando o lucro para sua empresa, e consequentemente para si mesmo. Logo, as empresas que cometem tais ações não agem de acordo com as práticas ESG, que visam encontrar um equilíbrio na questão social, ambiental e de governança por meio de toda uma cadeia de negócios.


Entretanto, você sabia que Env Júnior te ajuda a estar por dentro das práticas ESG? Possuímos um serviço chamado matriz de materialidade, em que por meio dele são apontados pontos para que a empresa esteja dentro dessas práticas, logo, visando tornar uma empresa mais sustentável e socioambiental responsável. Tem interesse em dar esse passo no caminho do desenvolvimento? Entre em contato conosco!



#ESG #desmatamento #materialidade


26 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo