Buscar
  • Env Júnior

Greenwashing: O que é, e como identificar



Você já ouviu falar sobre Greenwashing?

O termo se refere a estratégias de propaganda enganosa que podem ser praticadas por empresas, indústrias, ONG's ou governos.


Podendo ser traduzido como “lavagem verde”, ou “maquiagem verde'', o greenwashing consiste na prática de camuflar, mentir ou omitir informações sobre os impactos causados ao meio ambiente.


As instituições podem utilizar essa estratégia por meio de campanhas publicitárias com características ecologicamente responsáveis, para manipular o público/consumidor.


Além da falta de ética, o greenwashing dá às empresas que praticam, a falsa impressão de que é algo vantajoso, pois, dessa forma, elas se livram dos custos da responsabilidade ambiental, já que em muitos casos para praticar uma política verde de fato, pode ser necessário rever todo o processo da empresa.


Essa falsa aparência de ‘empresa verde’ induz por muitas vezes o consumidor ao erro, já que o mesmo acaba acreditando que ao consumir de determinada empresa vai estar contribuindo para a causa ambiental de alguma forma.


Vale ressaltar que, aquele produto ou serviço além de não estar contribuindo ao meio ambiente, pode estar gerando ainda mais impactos negativos ao meio ambiente.


Como surgiu o termo?

O termo surgiu no início dos anos 90, depois da publicação de um artigo na revista New Scientist em 89, onde a expressão greenwash foi usada pela primeira vez como uma analogia ao brainwashing , que tem como tradução ‘lavagem cerebral’.


Mas como identificar o greenwashing?

Aqui vão algumas dicas de como não cair nas propagandas enganosas:

  • Fique atento aos produtos que se dizem ambientalmente corretos, mas não possuem certificações em seu rótulo. Certificações como FSC, IBD, PROCEL e Ecocert, garantem ao consumidor uma segurança nas informações, além de permitirem a verificação do selo no site;


  • Termos vagos, como "sustentável" , não significam nada sem o esclarecimento das atitudes efetivas;

  • levar em consideração a relevância das informações, apesar de verdadeira, pode não ser relevante naquele produto/serviço, como por exemplo “Não contém CFC"(substâncias da família de clorofluorcarboneto, nocivas a camada de ozônio), o uso dessas substâncias é proibido por lei, o que significa que o produto está apenas cumprindo uma obrigação.


  • Verifique se a organização fornece algum meio de contato para o consumidor procurar sobre a veracidade das informações apresentadas.



Quais os riscos relacionados ao greenwashing?

Trazendo risco para um todo, o greenwashing traz uma sensação de desconfiança e insegurança ao consumidor, que por não saber distinguir a veracidade das informações dadas, por muitas vezes deixa de consumir produtos mais ecológicos, prejudicando e limitando as empresas que são de fato ecologicamente corretas.

Mas obviamente, o mais prejudicado é o planeta. Enquanto empresas usam a causa como uma estratégia de vendas, os problemas ambientais se agravam cada vez mais, e pouco tem sido feito para reverter tal situação.


Fontes

Ecycle, Greenwashing: entenda o que é e evite, disponível em <https://www.ecycle.com.br/greenwashing/> acesso em 06/02/2022

CNN Brasil, Greenwashing o que é e como identificar a prática falsa de sustentabilidade, disponível em< https://www.cnnbrasil.com.br/business/greenwashing-o-que-e-e-como-identificar-a-pratica-da-falsa-sustentabilidade/> acesso em 06/02/2022

26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo